Instituto Paul Allen termina sequenciamento de genoma do cérebro …

O Instituto Paul Allen terminou o sequenciamento do genoma do cérebro do rato, abrindo a possibilidade de descobrir os mistérios de várias doenças neurológicas que afetam milhões de pessoas, anunciou nesta terça-feira este centro privado de pesquisa fundado pelo co-fundador da Microsoft.

Este mapa do cérebro do roedor em três dimensões, detalhando mais de 21.000 genes no nível celular, oferece aos cientistas dados até o momento inacessíveis.

Na medida em que mais de 90% dos genes humanos são similares aos do rato, o mapa deve permitir compreender melhor o mecanismo de patologias hoje incuráveis, como as doenças de Alzheimer, de Parkinson, a epilepsia, a esquizofrenia e o autismo, precisou um comunicado do Allen Institute of Brains Science.

Cerca de 26% dos americanos adultos, ou seja, quase 58 milhões de pessoas, sofrem de uma doença mental, segundo este instituto.

“Este projeto é uma união sem precedentes da neurociência e da genética”, declarou Paul Allen, que em 2003 deu 100 milhões de dólares para ajudar na criação deste instituto, que tinha como principal objetivo o sequenciamento do genoma do cérebro do rato.

Deixe um comentário