fbpx

Cientistas descobrem parte do cérebro ligada ao vício do jogo

Um estudo levado a cabo por cientistas americanos identificou a parte do cérebro que é estimulada quando um indivíduo aposta. Segundo os investigadores, a informação poderá vir a ser útil no tratamento do vício de jogar e de certos problemas de saúde mental.

O estudo conduzido por especialistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) e publicado no jornal especializado ‘Neuron’, levou os voluntários a seleccionar duas cartas de um baralho e a apostar um dólar que a primeira ou a segunda carta seria a de valor mais alto. Ao mesmo tempo, o cérebro de cada indivíduo era monitorizado através de ressonância magnética, para identificar a região subcortical estimulada pelas emoções de risco assumido e antecipação de uma recompensa.

O estudo localizou ainda uma espécie de ‘área de apostas’ no cérebro, controlada pelo neurotransmissor dopamina, que também actua na aprendizagem e na motivação, entre outras áreas.

Para os cientistas, este estudo irá dar uma grande ajuda na compreensão de comportamentos patológicos como o vício em jogos, bem como doenças mentais como esquizofrenia e comportamento bipolar.

Deixe um comentário