Cérebro de bebê de neandertais e humanos são iguais, diz estudo

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira aponta que o cérebro dos bebês do homem de Neandertal, extinto há cerca de 28 mil anos, era semelhante ao dos bebês humanos modernos. As diferenças na forma e no tamanho, segundo antropólogos, era desenvolvida a partir do primeiro ano de vida. As informações são do site do Daily Mail.

Os cérebros adultos dos homens de Neandertal eram menos globulares e mais alongados que os nossos. Eles também cresciam mais rapidamente e eram maiores. Segundo os pesquisadores, o cérebro humano gasta os primeiros 18 meses no desenvolvimento dos circuitos neurais.
“Essa diferença pode ter nos ajudado a sobreviver à seleção natural”, disse o professor Phillipp Gunz, do Instituto Max Planck de Antropologia Evolucionária da Alemanha, responsável pelo estudo. Ele diz que o desenvolvimento relativamente lento dos humanos ajudou nossa espédie a evoluir em níveis de aprendizagem e capacidades de cognição.

Para realizar os estudos, os cientistas reuniram um cérebro virtual de Neanderthal digitalizando fragmentos de crânio e compararam com o cérebro humano em diferentes fases de crescimento. “Houve uma enorme diferença na maneira como eles desenvolveram o seu cérebro em comparação com os humanos modernos a partir do primeiro ano de vida”, disse o professor Gunz.
“Estes resultados indicam como nossos parentes pensavam de forma diferente do que nós e revelam detalhes sobre a evolução do nosso cérebro”, afirmou o estudioso.

Deixe um comentário